sábado, 21 de outubro de 2006

Diminuindo URLs


Cansado de URLs enormes difíceis de memorizar ou que ficam quebradas quando você repassa para alguém?
Use o TinyURL, um serviço que converte URLs gigantes em endereços pequeninos que nunca expiram.
A seguinte URL:

http://www.clicrbs.com.br/jornais/zerohora
/jsp/default2.jsp?uf=1&local=1&edition=6593
&template=&start=1§ion=Colunas+e+Charges
&source=a1322465.xml&channel=9&id=&titanterior
=&content=&menu=23&themeid=§ionid=
&suppid=&fromdate=&todate=&modovisual=

que tem 251 caracteres foi transformada nessa pequena URL de 25 caracteres:

http://tinyurl.com/y4h6jh

Clique na url acima e leia a crônica "Distrações" de Luis Fernando Veríssimo.

Há também uma Extensão para o Firefox que traz toda a funcionalidade do TinyURL para seu browser.

Você pode testar o sistema aqui:




Obrigado por não votarem em mim


Agradecimento
Amigos
Fui candidato à deputação federal e não fui eleito, por isso venho de público agradecer aos que não votaram em mim.

Gente, se eu fosse eleito teria que conviver com os mensaleiros e sanguessugas reeleitos e seria colocado no mesmo plenário, digo, no mesmo saco, pela maioria da grande imprensa. Obrigado aos que não votaram em mim por terem me afastado da tentação de vender o meu voto e da vergonha de receber salários pelos três meses de recesso.

Hoje, imagino que não me sentiria bem ocupando o mesmo apartamento funcional de um ex-deputado corrupto. De colocar o meu dinheirinho, ganho honestamente, no mesmo cofre antes usado para guardar os mensalões. Mais uma vez, obrigado.

Se eleito, poderia ocupar o mesmo lugar do Roberto Jefferson e ter que nomear um Maurício Marinho para uma direção dos Correios. Seria obrigado a ouvir o Maluf movimentando, pelo celular, a sua conta na Suíça.

Me imaginei, eleito, presidindo uma CPI durante meses e a mesma acabando em pizza. Poderia ocorrer comigo o que aconteceu com o Valdemar Costa Neto. Ser acusado de corrupto pela ex-mulher. Mais uma vez obrigado por não terem votado em mim.

Obrigado por evitarem de ouvir o toc-toc dos saltos do sapato do Clodovil entrando no plenário e de ver seus trejeitos ocupando a tribuna. Obrigado por não me obrigarem a sentir o cheiro do impeachment ao cruzar com o Collor nos corredores do Congresso. De fazer as refeições no restaurante Fiorella, que funciona dentro Câmara, no qual Severino Cavalcanti extorquia R$ 10 mil mensais do seu dono.

Aos eleitores que não votaram em mim, o meu obrigado por terem me negado a oportunidade de me tornar corrupto. Aos que sufragaram o meu nome, no dia 1º, o meu perdão.

Nota da Redação: À pedido do candidato, esta coluna concordou em não publicar o seu nome.

Copiado descaradamente da coluna Humor, do Marco Aurélio na Zero Hora.

Technorati tags: , , ,



sexta-feira, 20 de outubro de 2006

Justiça confirma que Falcão tem um filho na Itália


Momento O Fuxico, porque fofoca também dá audiência.

O Superior Tribunal de Justiça confirmou nesta quarta-feira, de forma unânime, a sentença da Justiça Italiana em que atribui a Paulo Roberto Falcão, ex-jogador e comentarista esportivo, a paternidade de um italiano nascido no ano de 1981, quando ele jogava na Roma. Ele acompanhou a decisão no tribunal.

Durante o processo na Justiça Italiana, ele se recusou a fazer exame de DNA, mas apenas com os depoimentos de testemunhas e a própria recusa em fazer o exame, a Justiça considerou suficientes as provas. Segundo o advogado de Falcão, ele tomou conhecimento do filho apenas no ano de 1994.

Giuseppe Frontoni, agora com 25 anos, é filho de Maria Flavia Frontoni, que entrou com o processo de reconhecimento da paternidade de Falcão no ano de 1995, na Justiça Italiana. A sentença final no país foi divulgada em 2002. Na época, o ex-jogador do Internacional de Porto Alegre foi condenado a pagar 1,5 mil dólares (cerca de R$ 3,2 mil) de pensão, além de 8 mil dólares de honorários.

O confronto entre a decisão da justiça italiana e as leis de direito de família em vigor no Brasil foi o que levaram o ministro Fernando Gonçalves a homologar apenas parcialmente a sentença estrangeira.

Destaque para a total imparcialidade do redator do site do STF.
Technorati tags: , , ,



quinta-feira, 19 de outubro de 2006

Vende-se Chana


O primeiro carro chinês a chegar em larga escala ao mercado brasileiro, será chamado Chana.

O automóvel, um utilitário de pequeno porte, motor 1.0 e preço um pouco abaixo dos similares no mercado brasileiro vai custar entre R$ 27 mil e R$ 33 mil, dependendo do modelo.(Está meio cara essa Chana...)


Fontes da importadora do automóvel explicaram que a estratégia mundial da empresa fabricante do veículo não permitiu a mudança de nome no Brasil, apesar do significado da palavra em português do Brasil (em Portugal, "chana" não existe).

Em tempo: se você está interessado em adquirir a van Chana, não pense que esconder o nome vai ser fácil, pois ele vem estampado em letras grandes, na parte traseira do veículo.

Outras montadoras já tiveram problemas de adequação à idiomas ou mesmo à fatos curiosos.

A Volkswagen cogitou o nome Jetta, original do mercado americano, para o Bora vendido aqui, mas temeu que a pronúncia correta ("ieta") não fosse compreendida. O Mitsubishi Pajero, nos mercados de língua espanhola, teve de ser renomeado Montero. É que pajero nesse idioma é algo que não fica bem num veículo: masturbador.

A GM, por sua vez, rebatizou o Opel Ascona (uma cidade suíça) como Monza ao nacionalizá-lo, em 1982, receando que o nome sugerisse asco ao consumidor brasileiro. A mesma Chevrolet abandonou o nome Astra, previsto para o Kadett brasileiro (já usado na versão Vauxhall inglesa e escolhido para evitar associação com a ditadura militar, recém-encerrada à época), pela coincidência com uma marca de utensílios sanitários.

Até a numerologia influencia os automóveis: a Alfa Romeo descobriu que o número 164, em Cingapura, significa "morte no decorrer de uma viagem". Passou a vender seu sedã como 168, que indica "prosperidade durante toda a viagem". Não teria sido diferente, mas por outra razão, caso a Ford resolvesse fabricar aqui o modelo compacto Pinto, lançado em 1971 nos EUA. O nome certamente teria de ser outro, dado o que poderia surgir de piadas e brincadeiras.

Dê uma olhadinha no Pinto:

Você também queria ter um Pinto assim ou prefere uma Chana?
Eu, particularmente ainda prefiro meu Toyota Corolla:

Veja que denominações recebem, nos mercados estrangeiros, alguns modelos produzidos ou vendidos no Brasil, incluindo alguns já fora de produção.
Technorati tags: , , ,



Rodrigo Santoro baixa vídeos da rede (e quem não baixa?)


E mais uma parte da matéria:
"E, mesmo longe dos EUA, ele não vai deixar de assistir ao tão esperado episódio. Assim que a série cair na rede, ele vai fazer o download do capítulo para assistir no computador."
Outra manchete do dia:
Gravadoras processam 20 internautas por pirataria online no país



quarta-feira, 18 de outubro de 2006

404 muito louco


copia carbono Technorati tags:,



terça-feira, 17 de outubro de 2006

O velho Media Player


Quer ver como era o Windows Media Player antigamente ?
Isso é possível no seu XP, inclusive você pode usar o Player normalmente.
Essa versão não consome muitos recursos do pc, portanto se você precisa de um player que use pouca memória talvez seja uma opção.

Ao trabalho:
  • Menu Iniciar >
  • Executar > (ou substitua esses dois passos por Windows + R)
  • Escreva "mplayer2.exe" sem aspas na caixa de diálogo.
  • Aí está seu Media Player versão 6.4.09
Agora me dirão: " Que dica mais inútil!"
E lhes direi: "com tanta inutilidade por aí, uma a mais não fará diferença"

Technorati tags: , ,



segunda-feira, 16 de outubro de 2006

A Casa Caiu: a primeira blogovela



Um jovem fotógrafo de classe média alta é seqüestrado em alguma cidade brasileira. Os bandidos, ao pressionar a família para receber o dinheiro do resgate, acabam revelando uma relação fria entre a vítima e o pai, a ponto de haver dúvidas se o pagamento vai ser feito, um dia. A história não tem nada de inovador: seqüestros, no Brasil, acontecem diariamente. E conflitos filiais existem desde que o mundo é mundo.

O que há de novo na novela "A casa caiu", na qual se passa a história do seqüestro, é que ela foi concebida para ser vista na Internet, mais precisamente a partir de um blog. Além disso, ela não vai ser exibida apenas através de vídeo: os capítulos podem vir em áudio, seqüência de fotos ou texto. "A gente quer aproveitar o fato da Internet oferecer várias possibilidades", explica Hélio Brasileiro, publicitário que teve a idéia, classificada por ele como "blogovela".

Para quem quiser acompanhar a blogovela, os seus realizadores informam que o primeiro capítulo será exibido no próximo dia 30, no endereço www.acasacaiu.com.br. Atualmente, a página já está no ar, apenas com informações básicas sobre a história. Quando ela começar a ser exibida, os internautas poderão não só acompanhar os capítulos mas também obter informações sobre os personagens, o processo de produção e fazer comentários. Tudo como manda o figurino da tecnologia digital e da Internet, onde quem decide quase tudo é o espectador e não o exibidor.

Já está no ar o Trailer de "A Casa Caiu"

Copiado descaradamente de O Povo online
Technorati tags: , , ,



domingo, 15 de outubro de 2006

Rainbow in the Mountain





Pesquisa personalizada

Google News - Entretenimento